segunda-feira, 1 de outubro de 2012

VOZ E CONDUTA DOUTRINÁRIA.


Sobre a VOZ, Mário Sassi, o Trino Tumuchy, No fascículo 1 das "Instruções Práticas- Sob os olhos da Clarividente",  p.35, ensina:" A voz humana tem uma importante função na trajetória do espírito na Terra. Mas ela é mais importante ainda na sua função mediúnica. Quando você estiver no Templo, procure sempre controlar a sua voz. Evite gritar ou falar em VOZ alta. O ectoplasma do Templo é altamente condutor de som e qualquer estridência ou dissonância altera  toda a composição do ambiente.
Por outro lado o templo recebe continuamente vibrações negativas, cargas magnéticas e outras emanações de espíritos tratados. Se sua VOZ é estridente ou dissonante pode atrair para você muitas dessas cargas.
Tratando-se da CONDUTA DOUTRINÁRIA, o Trino Tumarã, em suas observações, p.151, nos preleciona: "O jaguar sabe o que é certo, mas, por vaidade, ambição, preconceitos e desamor, deixa-se levar por outros caminhos, desobedecendo leis sociais, morais e doutrinárias, deixando prevalecer a sua sombra".... Não temos motivos para exibicionismos nem vaidade.".
A VOZ emite fluido magnético, que pode ser benéfico ou maléfico, não apenas em se tratando do conteúdo das palavras, do teor da fala; mas, também do volume em que é emitida. isto pode ser comprovado na prática quando conversamos com alguém que fala muito alto, ficamos logo cansados e muitas vezes, irritados com o tom de VOZ do falante; quando ouvimos alguém cantar, por mais linda que seja a música, se o tom da Voz é estridente, toda a beleza da composição se esvai e não suportamos a audição. Muito se fala em poluição sonora e os males que traz para o ser humano.  Ainda nas observações Tumarã, encontramos o seguinte""As plantas.... Harmonizaram, também, se colocadas em ambiente onde havia música suave". Se a suavidade da música harmoniza até as plantas, o que não pode fazer pelos humanos! Certamente, que a VOZ estridente, ainda que cantando uma música bela e bem composta desarmoniza o ambiente e aos que ali estão! Imagine, dentro do Templo a emissão de VOZ acima do necessário! E por isto, para melhor entendimento acerca do uso da VOZ nos rituais (e imantrar é um ritual), vamos conhecer o que podemos ler nas Observações Tumarã, p.597: "A VOZ é portadora de ectoplasma, das vibrações que vão atingir e agir nos seres que a ouvem, bem como dar estrutura ao ambiente, onde o médium vive. Principalmente no Templo, devemos CONTROLAR a nossa voz, evitando gritar ou falar em  voz alta, pois isto pode provocar alterações no ambiente, atrair, pela estridência ou dissonância, cargas negativas, magnéticas e outras emanações dos irmãos encarnados e desencarnados que ali estão em tratamento.
Se temos orientação de usar moderadamente a VOZ para falar, também devemos ter o mesmo cuidado ao cantar os mantras, de rara beleza, que fazem parte do acervo da doutrina. Os mantras tem a finalidade de harmonizar, colocar o ambiente em doce expectativa, de plena tranquilidade, mas, se for cantado aos gritos, com voz estridente ou dissonante,  estes objetivos se perdem!
Mestre Nestor, em palestra em áudio, aula de Sétimo, afirma que o médium que grita buscando atingir o Neutrôn está equivocado, porque o que abre o Neutrôn não e o volume da voz e, sim, a conduta do mestre, sua sintonia com seus mentores. Além disto, observa: é ridículo, desarmoniza o grupo...
Outra consequência pratica e que deve ser observada e que no Templo ha comunicação entre Entidades Espirituais e pacientes o barulho acima do normal no templo interfere nesta comunicação, pois o paciente pode não ouvir a mensagem, as orientações dos Pretos Velhos, ou obrigar os pacientes a elevar a voz para se consultar com os Mentores,, o que acarreta o constrangimento, pois muitas vezes ( e constantemente) estes não querem seus problemas expostos.
Por isto, meu irmão, minha irma , ainda que você ache sua VOZ LINDA E MARAVILHOSA, AINDA QUE VOCÊ QUEIRA DEMONSTRAR SUA "ENORME" Fé- CONTENHA-SE!!! a UNICA COISA QUE  VAI CONSEGUIR E DESARMONIZAR O ECTOPLASMA DO TEMPLO e atrair vibrações desnecessárias para si, além, e claro de demonstrar que você precisa desenvolver, mais concretamente, sua CONDUTA DOUTRINARIA!

Nenhum comentário: